06/02/2020 às 23:00

CITROS/CEPEA: Colheita de murcote chega ao fim

Após semanas em queda, tahiti se valoriza; entenda o motivo

Por Isabela Camargo, Caroline Ribeiro e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CITROS/CEPEA: Colheita de murcote chega ao fimVer fotos

Piracicaba, 07 – Os elevados volumes de chuva dos últimos dias no estado de São Paulo limitaram ainda mais a disponibilidade de laranjas de boa qualidade. Além disso, muitos produtores têm relatado problemas com mosca-das-frutas nos pomares, atacando principalmente as variedades tardias e pera rio.

Assim, com a oferta mais restrita e a melhora na demanda, devido ao início do mês, a média desta semana da variedade pera foi de R$ 32,60/cx de 40,8 kg, na árvore, leve aumento de 1,8% em comparação com a semana anterior.

Para a tangor murcote, a colheita foi encerrada na maioria das regiões citrícolas nesta semana. No período, os preços registraram média de R$ 77,56/cx de 40,8 kg, na árvore, estável (+0,7%) em relação à semana passada.

No caso da lima ácida tahiti, o clima chuvoso em São Paulo limitou as atividades de campo e colaborou para o controle da oferta (a variedade, vale lembrar, está no período de pico de safra). Na média desta semana, a tahiti fechou a R$ 10,84/cx de 27 kg, colhida, leve aumento de 1,5% em relação à passada.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, chuvas, citricultura, citros, clima, cotação, laranja, oferta de laranja, oferta de tahiti, preços de laranja, preços de murcote, preços de tahit

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui