30/05/2018

CENOURA/CEPEA: Greve zera comercializações em MG

Produtores deixaram de colher e maior tempo nas lavouras pode ocasionar maior incidência de tipo G

Por Caio Vinícius Piton Torquato, Eduarda Pinheiro e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CENOURA/CEPEA: Greve zera comercializações em MGVer fotos

Piracicaba, 30 - A greve dos caminhoneiros continuou afetando o mercado de cenoura na região de São Gotardo (MG) nesta semana (28 a 30/05) paralisando as comercializações. Produtores consultados pelo Hortifruti/Cepea deixaram de colher. Com o clima mais seco e frio, as cenouras resistem mais tempo nas roças e não devem apresentar problemas significativos em relação à qualidade.

Por outro lado, uma das consequências do maior tempo das raízes no solo pode ser o aumento da incidência de cenouras tipo “G” – mais grossas. Além disso, boa parte das cenouras que já haviam sido colhidas estão em câmaras frias, que permite um maior tempo de estoque, e não foram registradas perdas significativas da produção do Cerrado Mineiro.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: caminhoes, cenoura, cotação, greve, paralisação, preço

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui