18/01/2019

BATATA/CEPEA: Sul intensifica colheita e preços caem

Qualidade gera grande amplitude de preços no atacado

Por Heitor A. C. Inácio, Lenise Molena e João Paulo Bernardes Deleo
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
BATATA/CEPEA: Sul intensifica colheita e preços caemVer fotos

Piracicaba, 18 - Nos atacados paulistanos, a batata padrão ágata especial foi comercializada entre os dias 14 e 18/01 a R$ 88,91/sc de 50 kg (-6,11%). A desvalorização se deve ao ritmo mais acelerado de colheita da safra das águas no Sul do Brasil, como Água Doce (SC), Guarapuava (PR), Ibiraiaras e Bom Jesus (RS). Nestes locais, as atividades seguem a todo vapor e, de acordo com colaboradores, o clima é típico de verão: muito quente durante o dia e com pancadas de chuva no fim da tarde, mas sem atrasar a colheita. Produtores do Sul de Minas (Ipuiúna) também relataram a ocorrência de precipitações, que inclusive impossibilitaram a colheita na quinta-feira (17). A qualidade dos tubérculos variou muito e, assim, os produtos foram vendidos entre R$ 60,00 (batatas majoritariamente mineiras) e R$ 120,00/sc (tubérculos do Sul em sua maioria). Para a próxima semana, a dinâmica do mercado deve se comportar de forma semelhante ao desta.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: atacado, batata, Ceagesp, ceasa, chuva, clima, cotação, desvalorização, oferta, preço, qualidade, safra, temperatura, tubérculo

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui