01/04/2021

BATATA/CEPEA: Semana Santa e chuvas elevam preços

Batata pode se desvalorizar na próxima semana

Por Victória B. de Ceni, Luana Chiminasso e João Paulo B. Deleo
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
BATATA/CEPEA: Semana Santa e chuvas elevam preçosVer fotos

Piracicaba, 01 - Entre os dias 29/03 e 1º/04, a batata tipo ágata especial/saca de 50 kg ficou em R$ 120,21 (+27,88%) em São Paulo (SP), em R$ 112,17 (+15,04%) no Rio de Janeiro (RJ) e em R$ 110,83 (+23%) em Belo Horizonte (MG). O aumento dos preços se deu em função das chuvas no Sul do País, que impediram a colheita em algumas praças, como Guarapuava (PR) e Água Doce (SC), fazendo com que a entrada de tubérculos no atacado caísse. Além desse fator, por ser Semana Santa, o feriado na sexta-feira (02/04) acaba trazendo uma procura maior pelos tubérculos (ingrediente muito predominante em diversos pratos) que traz um aumento na demanda. Atacadistas seguem comentando que as batatas do Sul de Minas ainda estão com menor qualidade (calibre pequeno, pele escura e shelf life mais reduzida), consequentemente, puxam os preços para baixo. Nesta quinta-feira (1º), a entrada de tubérculos no atacado paulista foi bem excessiva, o que acarretou em desvalorização. Para a próxima semana, com a demanda enfraquecida pelas restrições devido à pandemia, e o clima seco na maioria das praças em produção, que deve permitir maior oferta frente a essa semana, a tendência é de desvalorização da batata, apesar da desaceleração da safra das águas.

 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: atacado, batata, Ceagesp, ceasa, chuva, cotação, demanda, feriado, oferta, Páscoa, preço, procura, safra das águas, semana santa, Sexta-feira Santa, tubérculo, valor, valorização, variação

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui