23/11/2020

BATATA/CEPEA: Novamente, valorização do tubérculo é expressiva

Com quebra de safra no Sul, oferta tem sido controlada

Por Juliana Acácio Toledo Parede, Luana Chiminasso, Luana M. M. Guerreiro e João Paulo Deleo
Em parceria com
Basf
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
BATATA/CEPEA: Novamente, valorização do tubérculo é expressivaVer fotos

Piracicaba, 23 – Na parcial deste mês (até dia 18/11), os preços da batata especial tipo ágata estão em R$ 167,40 no atacado paulistano, registrando alta de 48,5% frente a outubro – sendo o segundo mês consecutivo em que os valores aumentam de forma acentuada. Tal valorização, por sua vez, se deve à contínua redução na oferta, que ocorre desde o mês passado.

A menor disponibilidade do tubérculo é decorrente do final da safra de inverno e das poucas áreas sendo colhidas na temporada das águas. Esta segunda, vale lembrar, é marcada por quebra de produção em diversas regiões produtoras do Sul do País, em decorrência do baixo volume de chuva registrado durante as fases de plantio e desenvolvimento da cultura.

Nos últimos anos, uma maior oferta vinha sendo observada nos períodos finais da safra de inverno. Porém, em 2020, a colheita se adiantou para setembro, devido às elevadas temperaturas – que, além de acelerar o ciclo da cultura, demandaram maior rapidez na retirada do produto, para evitar perda de qualidade. Apesar dos problemas no Sul, a expectativa é que o volume comece a aumentar nas próximas semanas, conforme a colheita das águas se intensifica.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: batata, Cepea, clima, colheita de batata, cotação de batata, HF Brasil, oferta de batata, perspectivas, preços de batata, quebra de safra de batata no Sul, safra das águas de batata, safra de inverno de batata

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui