12/02/2021

BANANA/CEPEA: Preço da nanica sobe, mas o da prata desce

Veja, também, o impacto da chuva no Norte de MG

Por Leonardo Caires e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
BANANA/CEPEA: Preço da nanica sobe, mas o da prata desceVer fotos

Piracicaba, 12 - Fevereiro começou com chuvas volumosas no Norte de Minas Gerais, importante região produtora de banana. Segundo dados do Inmet, a estação de Janaúba (MG) registrou 142 mm na primeira dezena do mês, volume 88% superior à normal climatológica esperada para o mês de fevereiro inteiro. Destaque para segunda-feira (08), que contou com 75 mm no dia. Apesar do ocorrido, produtores entrevistados pelo Hortifruti/Cepea ainda não relataram danos às plantações locais. Há atenção por parte de alguns produtores, porém, quanto à possibilidade de a chuva permanecer na região, o que poderia gerar alagamentos em algumas áreas com sistemas de drenagem inadequados.

Quanto ao mercado desta semana (08 a 12/02), a banana prata anã de primeira qualidade foi vendida por R$ 3,13/kg no Norte de Minas, valor 4% inferior ao da semana passada. Isso porque, apesar da oferta baixa, seus preços elevados afetaram a comercialização da variedade. Já a nanica de mesmo padrão registrou média de R$ 2,01/kg na praça norte mineira, aumento de 20% na mesma comparação. Essa variedade, por sua vez, teve uma boa procura por conta dos preços mais competitivos que os da prata. Para a próxima semana, espera-se que o preço da banana nanica se estabilize e o da prata possa até recuar novamente na região, diante da chegada da segunda quinzena – período mais calmo de vendas.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, HF Brasil, maior procura pela nanica, nanica se valoriza, norte de MG, oferta controlada, preço da prata recua, preço de banana

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui