18/09/2020

ALFACE/CEPEA: Mesmo com clima quente, preço recua em SP

Escoamento foi menor e pés se desvalorizaram em Ibiúna e Mogi da Cruzes

Por Maria Julia Ramos e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
ALFACE/CEPEA: Mesmo com clima quente, preço recua em SPVer fotos

Piracicaba, 18 - Ao contrário do esperado, os valores de alface recuaram em Mogi das Cruzes e Ibiúna nesta semana. Colaboradores do Hortifruti/Cepea esperavam que, com o calor, a procura aumentasse ao longo desta semana (14 a 18/09), seguindo o ritmo da anterior. No entanto, o escoamento dos pés em ambas as praças foi levemente inferior, o que motivou a redução nos valores por parte de alguns produtores. Dessa forma, a desvalorização foi de 11,58% para a americana em Mogi das Cruzes, que fechou a semana com média de R$ 12,60/cx com 12 unidades.

A expectativa é de que nas próximas semanas haja manutenção das cotações ou possíveis aumentos, caso as condições climáticas sejam favoráveis ao consumo (temperaturas mais altas) ou que danifiquem a produção, como chuvas fortes. As precipitações são bastante esperadas pelos produtores de ambas as praças paulistas, que continuam com dificuldades de produção devido à estiagem e baixo volume de água disponível.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: cotação da alface, preço da alface, produção de alface

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui