16/04/2021

ALFACE/CEPEA: Menor oferta em Mogi auxilia estabilidade nos preços

Maior volume da folhosa em Ibiúna contrasta com baixa procura

Por João Diogo e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
ALFACE/CEPEA: Menor oferta em Mogi auxilia estabilidade nos preçosVer fotos

Piracicaba, 16 - Nas roças paulistas (Mogi das Cruzes e Ibiúna), a oferta de alface foi determinante para as cotações ao longo desta semana (12 a 16/04). Em Mogi, a disponibilidade de produtos esteve controlada e, por isso, mesmo diante da saída pouco movimentada, produtores da região registraram certa estabilidade nos preços. A crespa fechou com leve alta de 0,16% a R$ 21,75/cx com 20 unidades; a americana registrou queda de 2,62%, se estabilizando em R$ 20,88/cx com 12 unidades.

Já em Ibiúna, o volume de mercadoria aumentou, e a procura foi ainda mais afetada pelas temperaturas mais baixas, que tradicionalmente prejudicam o consumo de alface. Desta forma, as folhosas tiveram maiores desvalorizações: a crespa finalizou com média de R$ 14,33/cx com 20 unidades, um decréscimo de 10,42%. Para a próxima semana, o clima mais frio pode continuar influenciando nas vendas. Como em Mogi a oferta segue controlada, a expectativa é de estabilidade nos preços; já em Ibiúna, a maior quantidade de produtos pode gerar desvalorizações.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: cotação da alface, preço da alface, produção de alface

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui