06/07/2018

CITROS/CEPEA: Menor padrão de qualidade dificulta vendas de laranja

Tahiti tem nova reação nos preços

Por Caroline Ribeiro e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CITROS/CEPEA: Menor padrão de qualidade dificulta vendas de laranjaVer fotos

Piracicaba, 06 – Mesmo com a maior procura por laranja nos últimos dias, produtores de São Paulo não conseguiram ofertar as variedades com o padrão de qualidade demandado pelo segmento in natura. Isso porque, devido ao clima do primeiro semestre de 2018 (com chuvas abaixo da média nas regiões produtoras), as frutas tiveram o ciclo de desenvolvimento atrasado.

Além disso, segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, como o volume de precoces já se reduziu, a procura pela pera tem se intensificado. Assim, nesta semana (02 a 06/07), a laranja pera foi negociada a R$ 26,14/cx de 40,8 kg, na árvore, praticamente estável (-0,3%) em relação ao período anterior.

No caso da lima ácida tahiti, produtores interromperam novamente a colheita da variedade, no intuito de impulsionar os preços. Nesta semana, a tahiti foi negociada a R$ 25,62/cx de 27 kg, colhida, alta de 15,4% em relação à semana passada. Contudo, produtores relatam que, devido à grande quantidade de frutas restantes para colheita, nas árvores, os valores não devem permanecer elevados no correr de julho.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, citricultura, citros, cotação de laranja, laranja pera, lima ácida tahiti, oferta de laranja, preços laranja

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui