13/03/2018

BANANA/CEPEA: Apesar de oferta controlada, prata não reage no 1º bimestre

Produtores apostam em maior procura pela variedade a partir deste mês

Por Ana Roselino e Letícia Julião
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
BANANA/CEPEA: Apesar de oferta controlada, prata não reage no 1º bimestreVer fotos

Piracicaba, 13 – O mercado da banana prata pode se aquecer a partir deste mês, após um primeiro bimestre de poucas vendas. A expectativa é de que, com a menor disponibilidade da nanica, a procura pela prata aumente nos próximos meses.

A variedade prata é amplamente cultivada nas regiões produtoras do Nordeste e de Minas Gerais, e apresentou oferta controlada nos primeiros meses deste ano. Apesar disso, as cotações estiveram pouco atrativas aos produtores – em fevereiro, foram 20,7% menores que as do mês anterior no Norte de Minas Gerais. Segundo produtores mineiros, a desvalorização é resultado do maior interesse de compradores pela nanica, principalmente por conta do retorno das atividades escolares.

A oferta de prata deve aumentar apenas entre julho e agosto nas praças do norte do estado mineiro e de Delfinópolis, e entre junho e julho na Bahia (região de Bom Jesus da Lapa) e no Vale do São Francisco (PE/BA). Nesses períodos, as cotações podem recuar novamente.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: banana, banana prata, colheita, cotações de banana, oferta, preço de banana

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui