25/05/2018

UVA/CEPEA: Greve afeta escoamento das uvas do Vale

Frutas estão sendo colhidas e armazenadas na região nordestina

Por Henrique Sarmento Aires, Ana Roselino e Letícia Julião
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
UVA/CEPEA: Greve afeta escoamento das uvas do ValeVer fotos

Piracicaba, 25 - A paralisação dos caminhoneiros nesta semana, reivindicando menores preços dos combustíveis, tem impactado no escoamento e, consequentemente, nas vendas de uvas finas na região do Vale do São Francisco (PE/BA). Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, normalmente as vendas são realizadas, em sua maioria, a partir de quarta-feira, justamente quando os bloqueios nas rodovias foram intensificados. De modo geral, as frutas estão sendo colhidas e armazenadas no Vale. Algumas poucas empresas estão negociando e fechando alguns contratos, programando que essas cargas sejam enviadas somente após a liberação das rodovias – essas uvas brancas sem sementes foram negociadas à média de R$ 6,91/kg nesta semana.

Ainda segundo relatos, no Vale, até mesmo a comercialização regional tem sido dificultada – os preços registrados no contentor foram os de venda de segunda e terça (21 e 22). Por outro lado, até a quinta-feira (24), na região de Louveira/Indaiatuba (SP), as vendas regionais da niagara estavam ocorrendo. Mesmo assim, com o aumento da oferta de rústica na praça paulista, os preços caíram nesta semana, atingindo média de R$ 2,70/kg. 

 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: armazenamento, Cepea, cotações, greve dos caminhoneiros, HF Brasil, preço, uva, Uvas finas, vale do são francisco

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui