30/05/2018

UVA/CEPEA: Com baixa entrada de cargas, atacados se desabastecem

Carregamentos de niagara conseguiram chegar ao destino

Por Ana Roselino, Henrique S. Aires e Letícia Julião
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
UVA/CEPEA: Com baixa entrada de cargas, atacados se desabastecemVer fotos

Piracicaba, 30 - O baixo escoamento de uvas para a Ceagesp e ceasa de Campinas (SP) na parcial desta semana, resultado da greve dos caminhoneiros, culminou no desabastecimento de boa parte dos boxes de ambos atacados no período acompanhado pelo Hortifruti/Cepea (28 a 30/05). Até terça-feira (29), atacadistas estavam comercializando estoques das frutas que chegaram antes dos impedimentos das estradas, mas com a continuidade dos bloqueios até a manhã de quarta (30), estes se encontram em baixíssimos volumes. 

De acordo com colaboradores, alguns carregamentos de niagara da região de Louveira/Indaiatuba (SP) conseguiram chegar até o atacado de Campinas por pequenas caminhonetes – tais uvas foram comercializadas pelo preço médio de R$ 5,43/kg. Os estoques restantes de outras variedades neste período foram comercializados pelo mesmo valor da cotação passada.  

 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Campinas, Ceagesp, ceasa, Cepea, greve dos caminhoneiros, mercado, niagara, preço, uva

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui