29/10/2021

UVA/CEPEA: Brancas sem semente voltam a subir no Vale

Uvas de melhor qualidade estão sendo direcionadas à exportação, reduzindo oferta doméstica

Por Samara Oliveira Felipe e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
UVA/CEPEA: Brancas sem semente voltam a subir no ValeVer fotos

Piracicaba, 29 - Com a retomada das exportações, produtores do Vale do São Francisco (PE/BA) começam a perceber os primeiros reflexos do maior escoamento internacional das uvas sem semente nas cotações do mercado interno. As uvas de melhor qualidade são exportadas, e o volume destinado às comercializações nacionais está gradualmente se reduzindo, possibilitando melhores preços. Nesta semana (25 a 29/10), a uva branca sem semente embalada foi vendida à média de R$ 7,72/kg, alta de 16,2% em relação à semana passada.

Quanto ao clima, as chuvas na semana passada foram amenas e não foram registrados danos por produtores consultados pelo Hortifruti/Cepea. Em relação à logística e expectativas para novembro, apesar das preocupações com uma possível paralisação dos caminhoneiros na próxima semana, o início do mês reserva boas perspectivas de venda, pois costuma ser um período de maior procura, e a oferta de brancas sem semente deve continuar focada no mercado exportador.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: arra 15, branca sem semente, caminhoneiros, cotação, demanda, exportação, juazeiro, logística, oferta, paralisação, Petrolina, preço, qualidade, uva, vale do são francisco

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui