12/11/2021

UVA/CEPEA: Boas exportações diminuem oferta no Vale

Brancas sem semente seguem se valorizando

Por Samara Oliveira Felipe e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
UVA/CEPEA: Boas exportações diminuem oferta no ValeVer fotos

Piracicaba, 12 - As exportações de uvas sem semente no Vale do São Francisco (PE/BA) tiveram sua recuperação comprovada pelos últimos dados da Secex, de maneira que foi registrado um aumento de 896% no volume enviado de setembro para outubro deste ano. Com a diminuição da oferta interna, as relações comerciais a nível nacional foram facilitadas em todas as praças, já que a produção nordestina tem forte influência nas negociações de todo o Brasil.

Com a continuidade dos envios para a Europa durante o mês de novembro, a tendência é de redução ainda maior na disponibilidade de uvas no mercado brasileiro, principalmente das brancas sem semente, cujas cotações nesta semana (08 a 12/11) estiveram à média de R$ 9,72/kg, alta de 15,6% em relação à semana passada. Vale lembrar, porém, que a comercialização doméstica está com predomínio de uvas de menor qualidade, o que justifica os valores ainda abaixo do esperado – os bons lotes estão tendo como foco a exportação, cuja remuneração está superior.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: arra 15, branca sem semente, cotação, demanda, exportação, juazeiro, oferta, Petrolina, preço, qualidade, uva, vale do são francisco

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui