07/05/2021

UVA/CEPEA: Alta oferta e baixa demanda afetam comercialização da BRS vitória

Preços no Vale continuam em queda

Por Bárbara Castilha, Samara Felipe e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
UVA/CEPEA: Alta oferta e baixa demanda afetam comercialização da BRS vitóriaVer fotos

Piracicaba, 07 - A comercialização de uvas no mercado interno continuou travada no Vale do São Francisco (PE/BA) nesta semana (03 a 07/05). Ainda que as exportações sigam em alta – superando os embarques de 2020 para o primeiro quadrimestre –, a comercialização da BRS vitória tem sido afetada pela baixa demanda no mercado doméstico, em virtude das limitações de renda e de mobilidade trazidas pela pandemia de coronavírus. Ao mesmo tempo, o aumento de área nos últimos anos e a boa produtividade nos meses passados têm favorecido a oferta da cultivar, que está intensa.

Neste cenário, as cotações estão em baixos patamares: a BRS vitória fechou a semana em R$ 6,11/kg para a embalada e em R$ 3,19/kg para a fruta no contentor, quedas respectivas de 1,0% e 4,9% frente à semana passada. Além disso, as chuvas no final de abril também trouxeram restrições à qualidade das bagas, apesar de não ocorrerem problemas fitossanitários sérios.
 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: brs vitória, colheita, coronavírus, cotação, demanda, oferta, pandemia, preço, produção, renda, safra, uva, vitória

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui