22/01/2019

TOMATE/CEPEA: Rentabilidade está positiva na safra de verão

Preços estão 58% acima dos custos de produção na parcial da temporada

Por Lenise A. Molena, Luana Guerreiro e João Paulo Deleo
Em parceria com
FMC
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
TOMATE/CEPEA: Rentabilidade está positiva na safra de verãoVer fotos

Piracicaba, 22 – Na parcial da safra de verão de 2018/19 (entre 1º/10/18 e 21/01/19), os tomates salada foram comercializados na média de R$ 47,84/cx – preços de roça ponderados pelo calendário de colheita e classificação –, valor 31% superior à 2017/18. Já os custos, no mesmo comparativo, ficaram em R$ 30,30/cx, o que permitiu rentabilidade 58% positiva ao produtor.

Os melhores resultados são motivados pela menor oferta nos últimos meses de 2018, uma vez que algumas praças da safra de inverno tiveram seu encerramento adiantado. Apesar disso, produtores que concentraram a colheita entre as semanas de Natal e Ano Novo (quando o tomate foi comercializado à média de R$ 27,56/cx, na roça), tiveram a remuneração comprometida.

QUALIDADE – O clima quente e chuvoso de janeiro tem prejudicado a qualidade dos frutos e acelerado a maturação, fator que também compromete a rentabilidade, já que gera mais descartes, eleva os custos unitários e reduz os preços. Ainda neste mês, estão sendo realizados os últimos transplantios da temporada de verão, os quais representam cerca de 15% da área total.

Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, os manejos estão sendo realizados de forma adequada. Porém, se o calor continuar intenso, o desenvolvimento dos pés poderá ser comprometido.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, clima, custos de produção de tomate, HF Brasil, preços de tomate, qualidade do tomate, rentabilidade, safra de verão de tomate 2018/19, tomate

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui