03/12/2021

TOMATE/CEPEA: Preços recuam com mais colheita e problemas de qualidade

Maturação pode se acelerar com temperaturas mais altas

Por Felipe Souza Wohnrath, Luana Chiminasso, Uriel Tiago P. de Assis e João Paulo Bernardes Deleo
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
TOMATE/CEPEA: Preços recuam com mais colheita e problemas de qualidadeVer fotos

Piracicaba, 03 - Entre os dias 29/11 e 03/12, os valores médios do tomate salada longa vida 3A ficaram em R$ 78,21 (-13,31%) na Ceagesp, em R$ 93,61 (-9,3%) em Campinas/SP, em R$ 91,13 (-8,38%) no Rio de Janeiro/RJ e em R$ 73,33 (-17,1%) em Belo Horizonte/MG. Os preços tiveram queda nesta semana por conta da maior oferta de tomates, em função do aumento das temperaturas e início da safra de verão em Itapeva (SP) e intensificação da colheita no Paraná. Além disso, a maioria dos frutos provenientes da safra de inverno, é de ponteiro, com qualidade mais baixa, inclusive há lotes de tomates manchados, o que puxaram os preços para baixo. Para a próxima semana pode haver maior oferta, já que a previsão é de aumento das temperaturas, o que pode continuar acelerando a maturação. Como também é previsto chuva na maior parte das praças em produção, problemas com manchas nos frutos podem permanecer.

 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: atacado, calor, Ceagesp, ceasa, colheita, cotação, desvalorização, fruto, oferta, preço, produção, produtividade, qualidade, queda, safra, temperatura, tomate, valor

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui