03/05/2019

TOMATE/CEPEA: Preços recuam com aumento da oferta de inverno

Sumaré e Paty de Alferes têm problemas na produção

Por Luana Guerreiro, Lenise A. Molena e João Paulo Deleo
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
TOMATE/CEPEA: Preços recuam com aumento da oferta de invernoVer fotos

Piracicaba, 03 - Nesta semana (29/04 a 03/05) o tomate salada longa vida se desvalorizou nos principais atacados brasileiros. As quedas mais significativas foram observadas na Ceagesp de SP e Ceasa de Campinas (SP), onde o 3A foi comercializado a R$ 67,93/cx de 20 kg (-28,82%) e R$ 62,86/cx (-26,44%), respectivamente. Em Belo Horizonte (MG) o fruto foi negociado a R$ 62,90/cx (-21,83%) e no Rio de Janeiro (RJ) a R$ 73,89/cx (-15,15%). No início da semana as cotações ainda estavam estáveis em relação à sexta-feira (26/04), porém no decorrer dos dias, com a maior oferta, recuaram. Aos poucos, a safra de inverno vai ganhando ritmo, o que mantém a tendência de queda de preços para as próximas semanas. No entanto, a desvalorização não deve ser acentuada, já que há redução de área e problemas na produção em algumas regiões, como Sumaré (SP) e Paty do Alferes (RJ). Além disso, o maior volume de tomates ponteiros de lavouras em final de colheita da safra de verão também contribuiu para o recuo das cotações, como Itapeva (SP) e Caçador (SC). A amplitude nos preços foi grande principalmente na Ceagesp (de R$ 50,00 a R$ 80,00/cx) e no atacado carioca (de R$ 60,00 a R$ 90,00/cx). Com o encerramento total da safra de verão, a tendência nas próximas semanas, é da predominância da oferta de produtos mais novos no mercado referente à produção de inverno, como em Sumaré e Mogi Guaçu (SP), por exemplo.

 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: atacado, Ceagesp, ceasa, cotação, oferta, preço, produção, produtividade, safra de inverno, tomate, variação

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui