05/04/2019

TOMATE/CEPEA: Preços não param de subir

Clima continua prejudicando qualidade dos frutos

Por Luana Guerreiro, Lenise A. Molena e João Paulo Deleo
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
TOMATE/CEPEA: Preços não param de subirVer fotos

Piracicaba, 05 - Entre os dias 1° e 05/04, o tomate salada longa vida 3A se valorizou nas principais Centrais de Abastecimento do País. No mercado do Rio de Janeiro (RJ) o produto foi comercializado a R$ 114,76/cx de 20 kg (+33,15%), seguido pelo atacado de Campinas (SP), R$ 106,67/cx (+27,22%), Belo Horizonte (MG), R$ 101,76/cx (+23,82%) e São Paulo (SP), R$ 108,54/cx (+17,75%). Em todos estes locais, a proporção do tipo 3A, mais graúdo, sem ou com poucas manchas, correspondem de 20 a 30% apenas. Isso é devido ao clima chuvoso e quente nas últimas semanas, que afetou principalmente os frutos de Caçador (SC). Das demais regiões, como Guapiara (Itapeva/SP) e Espírito Santo, os produtos estão mais miúdos. Já no Sul de Minas Gerais estão mais graúdos, mas apresentando um pouco de acidez. Essa variação na qualidade dos tomates pode permanecer nos próximos dias.

 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: atacado, Ceagesp, ceasa, cotação, fruto, preço, produção, produtividade, qualidade, safra, solanácea, tomate, valorização, variação

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui