11/10/2019

TOMATE/CEPEA: Preços começam a reagir com redução da safra

Cotações recuam ao longo da semana

Por Raquel Moreira Sabelli, Lenise A. Molena, e João Paulo Bernardes Deleo
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
TOMATE/CEPEA: Preços começam a reagir com redução da safraVer fotos

Piracicaba, 11 - Pela segunda semana consecutiva, o tomate salada longa vida se valorizou e entre os dias 07 e 11/10 o 3A foi comercializado a R$ 64,17/cx de 20 kg (+46,41%), no Rio de Janeiro (RJ) e a R$ 58,89/cx (+24,22%) na Ceagesp. O motivo da alta é o menor volume de produtos, uma vez que grande parte dos tomates da safra de inverno e de rasteiro já foi ofertada. Apesar do aumento, as cotações foram caindo ao longo da semana. Neste período, os valores no mercado carioca ficaram entre R$ 40,00/cx e R$ 90,00/cx. Isso pode estar relacionado ao fato de que há frutos de roças mais antigas – como de Mogi Guaçu (SP) – e de lavouras mais novas – Sumaré (SP). Nos próximos dias, ainda devem ter tomates ponteiros assim como os mais graúdos e novos, visto que há produtores finalizando a primeira parte da safra de inverno (Pará de Minas e Pimentas/MG, Itaocara/RJ e Venda Nova do Imigrante/ES) enquanto que outros locais devem iniciar colheita nas próximas semanas (Norte do Paraná e Sul de Minas Gerais).

 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Ceagesp, ceasa, colheita, cotação, fruto, maturação, Mogi Guaçu, Norto do Paraná, oferta, preço, produção, produtor, safra de nverno, São Paulo, solanácea, Sul de Minas Gerais, tomate, valor, valorização, variação

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui