21/12/2018

TOMATE/CEPEA: Mesmo com maturação acelerada, preços registram alta

Preços recuam no decorrer da semana

Por Luana Guerreiro, Lenise A. Molena e João Paulo Deleo
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
TOMATE/CEPEA: Mesmo com maturação acelerada, preços registram altaVer fotos

Piracicaba, 21 - Entre os dias 17 e 21/12, o tomate salada longa vida 3A se valorizou nos principais atacados brasileiros. A alta mais expressiva foi em Belo Horizonte (MG), onde o produto foi vendido a R$ 76,25/cx de 20 kg (+28,61%), seguido pelo Rio de Janeiro, a R$ 81,43/cx (+27%). Os atacados de São Paulo e Campinas (SP) venderam a R$ 76,38/cx e a R$ 65,00/cx, respectivamente, ambos com 10% de aumento. A semana se iniciou com preços em níveis mais elevados, caindo no decorrer do período devido ao calor excessivo na maioria das regiões em atividade. Em Itapeva (SP) e Venda Nova do Imigrante (ES), por exemplo, um bom volume de tomate foi ofertado, já que a maturação esteve acelerada. Assim, os valores foram caindo e na sexta-feira (21), o produto foi vendido até por R$ 50,00/cx nos atacados paulistanos. Caçador (SC) deve iniciar a colheita nos próximos dias, fator que, somado às festas de final de ano e à previsão que as temperaturas continuem elevadas, pode começar a resultar em sobras dos produtos, principalmente os mais maduros, inviabilizando as vendas e aumentando os descartes.

 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: área, atacado, Belo Horizonte, calor, Ceagesp, ceasa, cotação, desvalorização, fruto, intensificação, maturação, oferta, preço, rio de janeiro, safra, São Paulo, tomate, valorização, variação

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui