21/06/2018

TOMATE/CEPEA: Conforme previsto, cotações recuam em junho

Intensificação da safra e aumento das temperaturas impulsionam oferta

Por Laís Marcomini, Lenise A. Molena, Luana Guerreiro e João Paulo Deleo
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
TOMATE/CEPEA: Conforme previsto, cotações recuam em junhoVer fotos

Piracicaba, 21 – A colheita de tomate se intensificou nas regiões de Mogi Guaçu (SP), Paty do Alferes (RJ) e Araguari (MG), aumentando o volume ofertado neste mês. Mesmo com os produtos apresentando qualidade satisfatória, os preços se reduziram em 12,5% nas roças para o tomate salada 2A (R$ 42/cx), na parcial de junho (1º a 18/06), em relação ao mesmo período de maio.

Conforme agentes consultados pelo Hortifruti/Cepea, o mercado mais desaquecido também influenciou a queda dos preços. Além da intensificação da safra, com as temperaturas mais elevadas, a maturação foi maior.

A região mineira, que teve grandes perdas no campo, desencadeadas pelas paralisações de maio, retomou a colheita com um ritmo acelerado. Quanto à sanidade das lavouras, devido ao clima mais seco no inverno, a atenção dos produtores está voltada para a traça e larva minadora – problemas fitossanitários recorrentes nesta época que, se mal controlados, podem refletir na produtividade final e qualidade do produto.

A região produtora de Sumaré e Monte Mor (SP), por sua vez, está chegando ao fim da primeira parte da safra de inverno, prevendo desmanchar a maioria das roças até o fim deste mês – e retornando ao mercado em outubro, para ofertar a segunda parte da safra, cujo plantio ocorre em julho. Já Paty do Alferes iniciou, neste mês, o transplantio para a segunda etapa da safra de inverno, que deve ser intensificada em julho.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, colheita, cotação, oferta, preços de tomate, safra de inverno, safra de tomate, tomate

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui