28/12/2020

RETROSPECTIVA 2020: Citros

Como esteve o mercado da cultura neste ano?

Por Isabela Camargo e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
RETROSPECTIVA 2020: CitrosVer fotos

Piracicaba, 28 – De maneira geral, a citricultura paulista registrou preços bons em 2020. Com a menor produção de laranjas em 2020/21, a necessidade de matéria-prima por parte da indústria continuou alta ao longo do ano, fator que sustentou os valores da fruta. Além disso, no segundo semestre, chuvas abaixo da média limitaram ainda mais a oferta. Apesar de positiva, a rentabilidade ao citricultor deve ser prejudicada pela menor produtividade.

Para a lima ácida tahiti, os valores caíram apenas durante o pico de safra, permanecendo em patamares mais altos em boa parte do ano – no segundo semestre, especialmente, a produção do foi menor e o clima desfavorável acentuou a baixa oferta.

Para conferir os detalhes quanto ao mercado de citros em 2020 e as perspectivas para 2021, acesse o Anuário 2020-2021 da revista Hortifruti Brasil.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Anuário 2020-2021, Cepea, HF Brasil, mercado de citros, mercado de laranja, mercado de tahiti, retrospectiva do mercado de citros em 2020

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui