28/06/2019

MELÃO/CEPEA: Qualidade ainda decepciona atacadistas

Frutas comercializadas saíram da roça ao fim da semana passada

Por Maria Giulia Marchesi, Ana Raquel Mendes e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MELÃO/CEPEA: Qualidade ainda decepciona atacadistasVer fotos

Piracicaba, 28 - Nesta semana (24 a 28/06), os preços do melão amarelo pouco se alteraram na Ceagesp, mas nem por isso o cenário é de melhores vendas. No geral, a demanda pela fruta continuou limitada em função do clima ameno e do fim de mês. Além disso, problemas de qualidade ainda são recorrentes, uma vez que as frutas comercializadas nesta semana saíram da roça ao fim da passada. Segundo atacadistas, muitas frutas têm apresentado manchas e podridão no talo – chamado também de “bico” –, resultado do maior volume de chuvas nas lavouras durante o período de maturação.

Assim, o preço médio do amarelo tipo 6 e 7 se manteve, frente à semana passada, fechando em R$ 28,50/cx de 13 kg. Vale destacar que, essa manutenção foi observada apenas para as frutas graúdas, já as miúdas apresentaram um recuo mais forte, de até 6%. Agentes ainda relataram que a desvalorização só não foi maior porque a oferta também se manteve controlada no período. Para os nobres, o cenário também é de qualidade limitada. O pele de sapo, por exemplo, apesar de estar visualmente atrativo, em questão de sabor tem “deixado a desejar” – possivelmente devido à chuva nas roças, as frutas não alcançaram o ºbrix adequado. Para a próxima semana, não há expectativa de aquecimento nas vendas, nem alterações de oferta. Sendo assim, a qualidade deve ser o principal fator a pesar no preço da fruta.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Ceagesp, Cepea, demanda fraca, HF Brasil, melão amarelo, melão nobre, preço de melão, qualidade

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui