22/03/2019

MELÃO/CEPEA: Qualidade afeta vendas no Vale

Chuvas aumentam incidência de podridões

Por Ana Raquel Mendes e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MELÃO/CEPEA: Qualidade afeta vendas no ValeVer fotos

Piracicaba, 22 - Apesar da baixa oferta em âmbito nacional, produtores de melão do Vale do São Francisco (PE/BA) estão com dificuldade em obter melhores remunerações. Isso porque, atravessadores, atacadistas e até mesmo o consumidor, estão com receio de pagar mais por uma fruta que pode apresentar qualidade inferior.

E esse desafio em relação à qualidade do melão é resultado das chuvas esporádicas na região, que aumentaram a incidência de podridões e, assim, reduziram o tempo de prateleira da fruta. Além disso, segundo agentes, as precipitações também podem causar a lixiviação de potássio – essa perda, por sua vez, impediria o acúmulo de açúcar pelas frutas, diminuindo o obrix e, consequentemente, afetando o sabor.

Esse cenário ocorreu apenas em algumas lavouras do Vale, mas acabou comprometendo a praça como um todo. Assim, nesta semana (18 a 22/03), o preço médio do amarelo tipo 6 e 7 foi de R$ 28,33/cx de 13 kg, valor 1% inferior ao da semana passada.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, chuvas, doenças, HF Brasil, melão amarelo, oferta baixa, preços de melão, qualidade inferior, Vale do São Francisco (PE/BA)

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui