18/10/2019

MELÃO/CEPEA: Preço do amarelo continua se reduzindo

Nobres, por outro lado, se valorizam

Por Maria Giulia Marchesi e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MELÃO/CEPEA: Preço do amarelo continua se reduzindoVer fotos

Piracicaba, 18 - Apesar das exportações continuarem sendo prioridade no Rio Grande do Norte/Ceará, a maior oferta de melões no cenário nacional seguiu pressionando as cotações domésticas da fruta nesta semana (14 a 18/10). Além disso, a demanda esteve bastante controlada pelo clima instável em algumas localidades e pelo feriado de Nossa Senhora Aparecida (12). Assim, no Rio Grande do Norte/Ceará, o preço médio do amarelo (variedade mais ofertada) foi de R$ 24,60/cx de 13 kg, redução de 5% em comparação à semana passada.

Por outro lado, as variedades nobres, que estão sendo mais exportadas e ficando pouco no mercado doméstico, se valorizaram no período: as cotações aumentaram 13% para orange e cantaloupe e 9% para a gália. No mesmo período, o amarelo do Vale do São Francisco (BA/PE) também teve preços menores. De acordo com consultas realizadas pelo Hortifruti/Cepea, produtores ainda estão cautelosos quanto à possibilidade de embalar a fruta para comercialização no Sudeste e a maioria continua realizando vendas mais dispersas e a granel no regional e em outras regiões do País. O amarelo fechou a semana com média de R$ 1,17kg (-2%) no Vale.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, clima instável, demanda controlada, desvalorização, exportações, feriado, HF Brasil, melão amarelo, melões nobres, preço do melão, rn/ce, Vale do São Francisco (BA/PE)

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui