04/12/2020

MELÃO/CEPEA: Enfim, preços sobem nas regiões produtoras

Confira os principais motivos desse cenário

Por Carolina Travaglini e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MELÃO/CEPEA: Enfim, preços sobem nas regiões produtorasVer fotos

Piracicaba, 04 - Após consecutivas desvalorizações, o preço do melão amarelo subiu nas regiões produtoras nesta semana (30/11 a 04/12). No geral, houve pouca alteração da oferta no Rio Grande do Norte/Ceará, porém, a procura aumentou. Assim, a variedade tipos 6 e 7 foi vendida por R$ 22,36/cx de 13 kg, alta de 12% frente à semana anterior. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, o aumento da demanda pode ter ocorrido pela atração dos consumidores pelos preços mais baixos que vinham sendo praticados e, ao mesmo tempo, pelo período inicial do mês, que geralmente favorece as vendas diante do maior poder de compra do consumidor.

No Vale do São Francisco (BA/PE), o amarelo a granel foi vendido na média de R$ 0,73/kg, valor 26% maior na mesma comparação - lembrando que essa região se encontra em entressafra, ou seja, está com menor volume, o qual é mais direcionado aos mercados regionais. Para a próxima semana, espera-se continuidade no crescimento das vendas de melão, ainda por ser início de recebimento de salário e 13º e pelo clima mais quente do verão. A aproximação das festividades também pode auxiliar, porém, ainda existem incertezas por conta do impacto da pandemia, principalmente, no setor hoteleiro, importante comprador da fruta.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: boa demanda, Cepea, HF Brasil, melão amarelo, preço de melão, preços sobem, rn/ce, Vale do São Francisco (BA/PE)

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui