24/07/2020

MELÃO/CEPEA: Colheitas, ainda que tímidas, ocorrem no RN/CE

Amarelo embalado se desvaloriza na região

Por Maria Giulia Marchesi e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MELÃO/CEPEA: Colheitas, ainda que tímidas, ocorrem no RN/CEVer fotos

Piracicaba, 24 - Esta semana (20 a 24/07) foi de desvalorização do melão amarelo no Rio Grande do Norte/Ceará, onde melonicultores iniciam gradativamente a colheita da campanha 2020/21. Assim, o preço dos tipos 6 e 7 se reduziu em 13% frente à semana anterior, sendo cotado a R$ 28,75/cx de 13 kg. O cenário foi resultado, também, dos entraves no comércio causados pela pandemia da covid-19 no País, principalmente no Sul e no Sudeste, onde os impactos estão sendo maiores.

De acordo com consultas realizadas pelo Hortifruti/Cepea, algumas cidades da região potiguar/cearense ainda estão registrando volume considerável de chuvas, o que tem implicado em aumento do custo de produção para contenção de doenças fúngicas, como o míldio. Apesar do início da colheita estar registrando preços atrativos, o aumento gradativo da oferta tende a reduzir os preços médios nas próximas semanas – principalmente para o amarelo. O volume colhido de variedades nobres ainda está bastante limitado, mas a previsão é de intensificação a partir de agosto.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, colheita no RN/CE, HF Brasil, leve aumento da oferta, melão amarelo, preço de melão, queda de preço, safra 2020/21, vendas limitadas

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui