01/11/2018

MELANCIA/CEPEA: Por mais uma semana, baixa oferta impulsiona preços

Cotações sobem em todas as regiões produtoras

Por Mariane Novais, Laleska Moda e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MELANCIA/CEPEA: Por mais uma semana, baixa oferta impulsiona preçosVer fotos

Piracicaba, 1º - Por mais uma semana, as cotações da melancia subiram em todas as regiões produtoras acompanhadas pelo Hortifruti/Cepea nesta semana (29/10 a 1º/11), impulsionadas pela baixa oferta. A graúda (>12 kg) ficou em média por R$ 0,86/kg em Marília/Oscar Bressane (SP), alta de 31,7% em relação à semana passada.

O menor volume de melancias na praça paulista neste ano é decorrente da redução da área de plantio em SP e da menor produtividade das lavouras, segundo agentes consultados pelo Hortifruti/Cepea. Devido ao clima mais seco e frio no desenvolvimento, o enchimento das primeiras frutas foi prejudicado, afetando o volume colhido. Além disso, produtores informam que a colheita na praça paulista deve ser escalonada neste ano, fator que também deve controlar a oferta. Assim, a expectativa é de que o volume siga limitado até meados de novembro, quando produtores de Itápolis (SP) começam a intensificar a colheita, cenário que pode sustentar os preços da melancia neste início de mês.  

 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: área, cotação, itápolis, marilia, melancia, oferta, oscar bressane, preço, produtividade

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui