16/04/2021

MELANCIA/CEPEA: Oferta restrita volta a impulsionar preços no atacado e na roça

Na Ceagesp, valorização foi de 14% na semana

Por Lucas de Mora Bezerra e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MELANCIA/CEPEA: Oferta restrita volta a impulsionar preços no atacado e na roçaVer fotos

Piracicaba, 16 - Com a diminuição no volume de melancias na roça, as cotações voltaram a se elevar no atacado e nas regiões produtoras nesta semana (12 a 16/04), principalmente para as graúdas (>12 kg), que estão em falta nas praças paulistas e na Bahia. Em São Paulo, este calibre de fruta foi comercializado à média de R$ 1,11/kg, avanço de 11,7% em comparação com a semana anterior. Na região de Teixeira de Freitas (BA), onde temporada está praticamente finalizada, o valor da de mesmo calibre aumentou 4,4% na mesma comparação, chegando a R$ 0,99/kg.

Na Ceagesp, os preços também ficaram elevados, em média a R$ 1,84/kg (+14,1%). Vale ressaltar que, segundo atacadistas, a demanda por melancia continua em baixa, sendo as restrições na abertura dos comércios e os preços elevados (que persistem há algumas semanas) os principais responsáveis por este cenário. Para as próximas semanas, não há expectativa de aumento na demanda, principalmente por conta da possibilidade de menores temperaturas no estado de São Paulo, o que desfavorece procura pela fruta; contudo, como a oferta ainda deve continuar controlada, os preços podem continuar sustentados.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: BA, colheita, cotação, demanda, itápolis, marilia, melancia, oferta, oscar bressane, preço, safra, SP, teixeira de freitas

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui