21/05/2021

MELANCIA/CEPEA: Menores temperaturas continuam limitando demanda

Preços caem nas roças e na Ceagesp

Por Lucas de Mora Bezerra e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MELANCIA/CEPEA: Menores temperaturas continuam limitando demandaVer fotos

Piracicaba, 21 - O tempo mais frio continuou limitando a demanda por melancia nesta semana (17 a 21/05). Assim, houve nova desvalorização, tanto nas praças produtoras quanto na Ceagesp. Em Uruana (GO), a qualidade das frutas está excelente, mas mesmo assim os preços recuaram: a melancia graúda (>12kg) foi comercializada em média a R$ 0,65/kg, queda de 8,4% em comparação com a semana anterior. Já no estado de SP, nem mesmo a colheita bastante limitada (já que a safrinha já foi encerrada em muitas lavouras) foi suficiente para sustentar as cotações, que ficaram em R$ 0,56/kg, recuo de 21,1%.

Na Ceagesp, a graúda se desvalorizou em 17,7%, negociada a R$ 1,38/kg. Mesmo com os menores preços, atacadistas afirmam que demanda permanece em baixa, não apenas por conta das menores temperaturas, mas também pelo poder de compra restrito dos consumidores. Para as próximas semanas, não há expectativa de grandes mudanças de cenário, já que a previsão ainda é de temperaturas mais baixas no Sudeste.

 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Ceagesp, clima, cotação, demanda, GO, goiás, melancia, oferta, pandemia, preço, renda, SP, Uruana

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui