05/02/2021

MELANCIA/CEPEA: Maior oferta da BA pressiona cotações gaúchas

Qualidade está aquém da ideal no RS

Por Lucas de Mora Bezerra e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MELANCIA/CEPEA: Maior oferta da BA pressiona cotações gaúchasVer fotos

Piracicaba, 05 - Com mais frutas de Teixeira de Freitas (BA) chegando à Ceagesp, as cotações gaúchas foram pressionadas nesta semana (1º a 05/02). A melancia graúda (>12 kg) no RS foi comercializada à média de R$ 0,61/kg, leve queda de 1,7% frente à semana anterior. No geral, as frutas deste estado estão com qualidade limitada, e para evitar problemas pelo longo tempo de transporte, produtores têm optado por comercializar no mercado local.

Já em Teixeira de Freitas, apesar de a colheita estar se intensificando, houve valorização da melancia baiana, visto que tem se destacado em qualidade, e a oferta ainda não é tão alta. Nesta praça, a de mesmo calibre ficou na média de R$ 0,77/kg, alta de 1% na mesma comparação. Já na Ceagesp, a cotação foi de R$ 1,54/kg, aumento de 4,4% no período. Com intensificação nas colheitas baianas, mesmo nesta praça as cotações podem recuar nas próximas semanas.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: BA, bahia, cotação, demanda, melancia, oferta, preço, qualidade, Rio Grande do Sul, RS, teixeira de freitas

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui