30/04/2021

MELANCIA/CEPEA: Cotações recuam, mas seguem elevadas na roça e no atacado

Em ambas as praças de colheita, preços superam R$ 1,00/kg

Por Lucas de Mora Bezerra e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MELANCIA/CEPEA: Cotações recuam, mas seguem elevadas na roça e no atacadoVer fotos

Piracicaba, 30 - O preço da melancia recuou nesta semana (26 a 30/04), tanto no atacado quanto nas praças produtoras. Ainda assim, continua em patamares elevados: o preço da fruta graúda (>12 kg) na Ceagesp foi de R$ 1,90/kg (-5% frente à semana passada). Agentes afirmam que o recuo observado se deve principalmente à demanda restrita, já esperada em virtude das baixas temperaturas no Sul e no Sudeste, mas também intensificada pela menor comercialização decorrente do funcionamento restrito dos comércios.

Nas lavouras de São Paulo, mesmo com a diminuição na oferta da fruta graúda, decorrente da proximidade do término da temporada, as cotações foram 3,5% menores (a R$ 1,08/kg) em comparação com a semana anterior. Na região de Uruana (GO), por sua vez, houve aumento na oferta da fruta, e os preços baixaram  15,1%, com a graúda sendo negociada a R$ 1,13/kg. Vale ressaltar que, segundo agentes consultados pelo Hortifruti/Cepea, a queda de preços nas praças produtoras se deve principalmente à demanda restrita, já que mesmo com a elevação nos volumes em Goiás, a oferta total nacional ainda é baixa.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Ceagesp, clima, colheita, cotação, demanda, GO, goiás, itápolis, melancia, oferta, preço, safrinha, temperatura, Uruana

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui