09/10/2020

MELANCIA/CEPEA: Com forte calor no Sudeste, melancia se valoriza

Oferta é alta, mas demanda prevalece

Por João Pedro Motta de Paiva, Lucas de Mora Bezerra e Fernanda Geraldini Palmieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MELANCIA/CEPEA: Com forte calor no Sudeste, melancia se valorizaVer fotos

Piracicaba, 09 - Os preços da melancia registraram alta nesta semana (05 a 09/10), tanto na roça quanto no atacado. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, apesar de a oferta em Uruana (GO) estar elevada (a região encontra-se atualmente em pico de safra), a demanda foi beneficiada pelas temperaturas recordes no estado de São Paulo. Assim, a graúda teve média de R$ 0,68/kg em Uruana (+21,5% frente à semana passada) e de R$ 1,48/kg na Ceagesp (+20,8%).

Apesar do aumento, colaboradores relatam que os valores de frete estão altos, devido à falta de caminhões – assim, caso a situação estivesse normalizada, os preços poderiam ser ainda maiores. Para as próximas semanas, a região goiana deve continuar em pico de safra, persistindo até o final do mês. Assim, os valores de comercialização dependerão da demanda e da normalização dos entraves logísticos.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: altas temperaturas, calor, caminhoes, Ceagesp, clima, cotação, demanda, frete, logística, melancia, oferta, preço, Uruana

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui