10/09/2021

MELANCIA/CEPEA: Com dificuldade nos carregamentos, preços recuam

Faltaram caminhões nas regiões produtoras

Por Lucas de Mora Bezerra e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MELANCIA/CEPEA: Com dificuldade nos carregamentos, preços recuamVer fotos

Piracicaba, 10 - As paralisações ao longo desta semana (06 a 10/09) diminuíram a disponibilidade de caminhões, afetando os carregamentos de melancia nas regiões produtoras. De acordo com colaboradores do Hortifruti/Cepea, em Uruana (GO), esse contexto afetou o escoamento da fruta, havendo necessidade de diminuição no valor como forma de garantir algumas vendas.

A melancia graúda (>12 kg) foi negociada em média a R$ 0,71/kg em GO, desvalorização de 2,8% em comparação com a semana anterior. No Tocantins, o cenário é semelhante, com a fruta de mesmo calibre negociada à média de R$ 0,68/kg, recuo de 2,9% na mesma comparação. Já nos centros de distribuição, mesmo com o menor volume de frutas sendo carregadas, não há previsão de desabastecimento, visto que muitos atacadistas estocaram melancias na semana anterior. Na Ceagesp, a graúda foi comercializada a R$ 1,58/kg, queda de 1,6% no mesmo período.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: atacado, caminhoes, Ceagesp, cotação, demanda, formoso do araguaia, GO, goiás, lagoa da confusão, melancia, oferta, paralisação, preço, TO, Uruana

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui