24/12/2018

MELANCIA/CEPEA: Clima de festa pode aquecer melancicultura

Oferta está elevada nas lavouras

Por Mariane Novais, Laleska Moda e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MELANCIA/CEPEA: Clima de festa pode aquecer melanciculturaVer fotos

Piracicaba, 24 – Mesmo com oferta significativa de melancia nas lavouras na última quinzena de 2018, a tendência ainda é de valorização da fruta na Ceagesp. Os preços podem ser impulsionados pelas temperaturas mais elevadas em dezembro, bem como pelo maior consumo durante as festas de Natal (25) e Réveillon (1°), segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea.

Isso porque, com o encerramento da safra, a oferta de melancias em Itápolis (SP) deve ser reduzida nas próximas semanas, enquanto as lavouras de Arroio dos Ratos (RS) devem estar em pico de colheita, mantendo a disponibilidade semelhante à do início deste mês. Quanto à praça de Teixeira de Freitas (BA), o volume deve ser controlado, sendo que o pico de colheita é esperado apenas para fevereiro. Na parcial de dezembro (até o dia 21), o preço médio da melancia graúda (>12 kg) na Ceagesp foi de R$ 1,35/kg, recuo de 7% em relação ao mesmo período do ano passado.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, consumo de frutas, cotação, festas de fim de ano, Hortifruti Brasil, melancia, oferta de melancia, perspectivas para o mercado de melancia, preços

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui