06/09/2018

MANGA/CEPEA: Preços da tommy seguem em "queda livre"

Variedade desvaloriza 27% no Vale do São Francisco

Por Gabriel Pacheco Oliveira e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MANGA/CEPEA: Preços da tommy seguem em Ver fotos

Piracicaba, 06 - Os preços da manga tommy caíram pela segunda semana consecutiva em Petrolina/Juazeiro (PE/BA) e em Livramento de Nossa Senhora (BA). A queda significativa, de 27% no Vale do São Francisco e de 34% em Livramento de Nossa Senhora (BA) frente à semana passada, continua como reflexo do aumento repentino no volume da variedade nas últimas duas semanas. Essas frutas que abarrotam o mercado são, em grande parte, excedentes das exportações para os EUA, que continuam mais lentas neste ano se comparadas ao mesmo período do ano passado. Além disso, as mangas, que são frutos da florada natural, estão entrando no mercado em quantidade significativa, também influenciando na queda dos valores.

Apesar de esperado, o recuo nas cotações foi um balde de água fria para os mangicultores, haja vista os bons preços de tommy no mês passado – agosto foi o único mês de 2018 em que a tommy superou as cotações do mesmo período em 2017, com preço médio de R$ 1,79/kg no Vale do São Francisco. Nesta primeira semana de setembro (03 a 06), a tommy foi comercializada à média de R$ 1,04/kg no Vale e R$ 0,97/kg em Livramento. 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: cotação, demanda, eua, exportação, juazeiro, livramento de nossa senhora, manga, oferta, Petrolina, preço, tommy, vale do são francisco

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui