29/01/2019

MANGA/CEPEA: Mar de manga

Enquanto amplia área plantada, semiárido se destaca na produção da fruta

Por Gabriel Pacheco Oliveira e Rogério Bosqueiro
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MANGA/CEPEA: Mar de mangaVer fotos

Piracicaba, 29 – Devido aos bons resultados alcançados nos últimos anos, mangicultores do sertão brasileiro seguem empenhados em investir na cultura. O destaque fica para a região de Jaíba/Janaúba (MG), que mantém seus planos de crescimento, projetando aumento de 7% da área plantada de manga em 2019 – totalizando, aproximadamente, 7,5 mil hectares no Norte de Minas até o fim deste ano.

Petrolina/Juazeiro (PE/BA), na região do Vale do São Francisco, também promete crescimento (3%) na área total plantada, que pode chegar a 31,2 mil hectares até o fim de 2019.

Mangicultores de Livramento de Nossa Senhora (BA) também buscam alternativas para retomar o crescimento. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, há muitos plantios sendo feitos em torno do município de Rio de Contas (BA) – o qual, apesar de se situar a apenas 10 km de Livramento, oferece melhores condições para o cultivo da manga, incluindo maior oferta de água para irrigação.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: aumento de área de manga, Cepea, investimentos em manga, manga, manga no sertão brasileiro, perspectivas 2019, plantio, produção de manga

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui