25/05/2018

MANGA/CEPEA: Estoque da Ceagesp é vendido com preços maiores

Parada dos caminhoneiros freia comercializações

Por Gabriel P. C. Oliveira e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MANGA/CEPEA: Estoque da Ceagesp é vendido com preços maioresVer fotos

Piracicaba, 25 - A paralisação dos caminhoneiros está freando a distribuição da manga no País todo, de forma que os mangicultores não colheram nesta semana, e podem continuar sem colher até o fim da greve. Neste cenário, não houve cotação da fruta na roça nesta semana. Contudo, isso não significa que não há comercialização da fruta no País, uma vez que atacadistas de São Paulo ainda contam com um estoque significativo de manga, principalmente da variedade palmer, permitindo, ainda que muito reduzida, a negociação entre o atacado e seus clientes.

Para a palmer, que é a variedade mais abundante nos estoques, o preço não deve variar, uma vez que foram feitos acordos entre o atacado e seus clientes, para a manutenção do preço. Já para a tommy, que tem volume muito reduzido, a valorização foi inevitável (27%), mais uma vez, ultrapassando o valor da palmer. Assim, a palmer e a tommy foram comercializadas à média de R$ 3,10/kg e R$ 3,17/kg na Ceagesp, respectivamente. 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Ceagesp, Cepea, cotações, greve dos caminhoneiros, manga, palmer, preço, tommy

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui