27/04/2018

MAMÃO/CEPEA: Vendas restritas reduzem cotações nas roças

Formosa recua 34% no Sul da BA

Por Marcela Barbieri e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Vendas restritas reduzem cotações nas roçasVer fotos

Piracicaba, 27 - O mercado instável resultou em novas quedas de preço do mamão nesta semana (23 a 27/04). Segundo produtores, o principal motivo tem sido a demora dos varejistas em repassar as baixas cotações praticadas na roça. Com isso, o consumo da fruta diminuiu nos últimos dias. Além disso, vale ressaltar que a proximidade com o fim de mês e o feriado prolongado do Dia do Trabalho também desfavorecem a procura por frutas.

No Sul da Bahia, o mamão havaí foi vendido por R$ 0,93/kg na média, valor 16% inferior ao da semana passada. Já o formosa foi comercializado por R$ 0,77/kg na praça baiana, queda de 34% na mesma comparação. Houve relatos, ainda, de que o leve aumento no volume disponível das regiões exclusivas de formosa (Oeste da BA e Norte de MG) impactou fortemente nas cotações desta variedade. Em decorrência deste cenário, sobras das frutas voltaram a ser observadas e, apesar de produtores diminuírem a colheita para minimizar as quedas, este estoque pode continuar pressionando as cotações.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: cotação, feriado, fim de mês, mamão, oferta, preço

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui