23/10/2020

MAMÃO/CEPEA: Queda de preços ocorre na roça

Chuva e fim de mês esfriam vendas

Por João Victor Pereira, Wharlhey de Cássia Nunes e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Queda de preços ocorre na roçaVer fotos

Piracicaba 23 - Nesta semana (19 a 23/10), os mamões havaí e formosa se desvalorizaram em praticamente todas as regiões produtoras – a exceção é o Rio Grande do Norte/Ceará. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, a proximidade do fim de mês e as chuvas nos grandes centros consumidores (como São Paulo) reduziram as vendas. Além disso, o mercado se mostrou sensível às elevações de preços registradas nas últimas semanas, travando as vendas.

Assim, o preço do havaí tipo 12 a 18 recuou 52% no Sul da Bahia, sendo vendido na média de R$ 0,58/kg. Vale destacar que a oferta dessa variedade seguiu elevada, mesmo com a leve redução anterior. Até para o formosa, que está com a baixa disponibilidade, houve desvalorização. A variedade foi comercializada por R$ 1,60/kg no Norte de Minas Gerais, queda de 22% na mesma comparação. Houve relatos de que alguns produtores colocaram frutas verdes no mercado para tentar aproveitar os elevados preços anteriores, afetando ainda mais o giro de vendas.

Para as próximas semanas, os preços devem continuar sendo pressionados pelo fim de mês, sobretudo para o havaí, devido ao maior volume.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: baixa oferta de formosa, Cepea, fim de mês, grande oferta de havaí, HF Brasil, mercado travado, preço de mamão, queda de preço

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui