20/11/2019

MAMÃO/CEPEA: Primavera é marcada por baixas cotações da fruta

Preços do havaí ficam abaixo do custo de produção

Por Gabriel C. Barbosa, João Victor Pereira e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Primavera é marcada por baixas cotações da frutaVer fotos

Piracicaba, 20 – Ao contrário dos preços elevados observados anteriormente, a primavera está sendo marcada por baixas cotações do mamão. Este cenário está relacionado à qualidade limitada (ora por manchas ora por calibres muito graúdos) e à maior oferta de ambas as variedades, já que o aumento das temperaturas acelerou a maturação nas lavouras.

Assim, o formosa foi vendido na média de R$ 0,92/kg no Sul da Bahia entre setembro e outubro/19, mas o valor ainda ficou 56% acima do custo estimado de produção no período. Para o havaí, a média foi menor: R$ 0,53/kg entre setembro e outubro/19, valor 19% inferior na mesma comparação – ou seja, a rentabilidade ficou negativa no mesmo comparativo.

Para novembro, produtores esperam que os preços do mamão aumentem para ambas as variedades, devido à oferta mais controlada na roça e à maior demanda – que está sendo favorecida pelas temperaturas elevadas nos principais centros consumidores do País (Sudeste e Sul).

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, clima, custo de produção, demanda, mamão, oferta de mamão, preços de mamão, qualidade, rentabilidade

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui