29/06/2018

MAMÃO/CEPEA: Preços se mantêm para havaí, mas sobem para formosa no RN/CE

Vendas regionais garantem melhores resultados nesta praça

Por Gabriel Coneglian, Marcela Barbieri e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Preços se mantêm para havaí, mas sobem para formosa no RN/CEVer fotos

Piracicaba, 29 - Mesmo com queda nas cotações para a cultura do mamão em todo o cenário nacional, produtores do Rio Grande do Norte/Ceará conseguiram manter os preços nesta semana (25 a 29/06). A variedade formosa, inclusive, se valorizou consideravelmente nesta praça. Enquanto o havaí de primeira foi vendido na média de R$ 1,36/kg (valor similar ao da semana passada), o formosa foi comercializado por R$ 0,80/kg (alta de 21% na mesma comparação).

Na região potiguar/cearense, além de a oferta seguir controlada, a estratégia adotada pelos produtores, de diluir o volume produzido no mercado regional, assegurou estes melhores patamares. Como a disponibilidade de mamão deve permanecer limitada até agosto no Rio Grande do Norte/Ceará, o abastecimento de estados vizinhos deve continuar favorecendo as cotações, até que o mercado do Sul e Sudeste ganhe mais ritmo.

Tags: Cepea, cotação, formosa, havai, HF Brasil, mamão, oferta, preço

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui