22/05/2020

MAMÃO/CEPEA: Preços em maio estão bem abaixo dos de abril

Cenário pode melhorar em junho?

Por João Victor Pereira e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Preços em maio estão bem abaixo dos de abrilVer fotos

Piracicaba, 22 – Na parcial de maio (1° a 22/05), o preço do mamão recuou nas regiões produtoras. Isso porque a colheita da fruta aumentou e o mercado doméstico segue enfraquecido diante da pandemia da covid-19. Além disso, limitações logísticas têm afetado as exportações. Como resultado, sobras e perdas foram observadas na roça, especialmente para a variedade formosa, que possui maior oferta.

O havaí tipo 12 a 18 foi vendido por R$ 0,49/kg no Sul da Bahia na parcial deste mês, valor 60% inferior ao do passado. Já o formosa registrou valor de R$ 0,27/kg no Norte do Espírito Santo, queda de 26% na mesma comparação. Destaca-se que a desvalorização da última variedade foi menor, pois seus preços já estavam mais baixos em abril.

Ambos os preços estão abaixo do custo de produção estimado pelos produtores, o que tem desanimado o setor. Para minimizar essas perdas, alguns produtores relataram que estão armazenando frutas em câmaras frias. Para o próximo mês, o clima mais ameno de inverno pode desacelerar a maturação das frutas nas regiões produtoras, evitando maiores perdas em campo.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, coronavírus, mamão, mercado de mamão, oferta de mamão, perspectivas, preços de mamão, produção de mamão, queda nos preços de mamão

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui