18/10/2019

MAMÃO/CEPEA: Oferta segue elevada e demanda não responde

Situação pode se agravar no fim do mês

Por Gabriel C. Barbosa, João Victor Pereira e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Oferta segue elevada e demanda não respondeVer fotos

Piracicaba, 18 - Nesta semana (14 a 18/10), a oferta de mamão havaí continuou alta nas regiões produtoras. As cotações da variedade já vinham registrando valores baixos desde setembro, mas a maturação mais acelerada e a menor demanda resultaram em nova desvalorização no período. Com isso, o havaí foi comercializado na média de R$ 0,41/kg no Norte do Espírito Santo, queda de 10% em relação à semana passada.

Vale ressaltar que, no Sul da Bahia, as cotações, que estavam inferiores na primeira quinzena, conseguiram se igualar ao da praça capixaba nos últimos dias. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, a oferta de havaí deve seguir alta, mas a demanda pode se limitar nas próximas semanas devido à proximidade do fim do mês.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, fim de mês, HF Brasil, mamão havaí, maturação acelerada, Norte do ES, oferta elevada, preço de mamão, queda de preço, sul da BA

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui