13/03/2020

MAMÃO/CEPEA: Oferta de roças novas afeta o preço do havaí

Menor comercialização também interfere nas cotações da variedade

Por João Victor Pereira e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Oferta de roças novas afeta o preço do havaíVer fotos

Piracicaba, 13 – Diferentemente do previsto, a oferta de mamão havaí aumentou levemente no Norte do Espírito Santo e no Sul da Bahia nesta semana (09 a 13/03). Isso porque, apesar da "limpa" de excessos nas roças velhas, a colheita de algumas lavouras novas ocorreu recentemente.

Portanto, na região sul baiana, o havaí tipo 12-18 foi comercializado na média de R$ 0,46/kg, queda de 37% em relação à última semana. Já na norte capixaba, a variedade se desvalorizou em 33% na mesma comparação, com média de R$ 0,50/kg.

Além da oferta, outro fator que limitou as cotações foi a dificuldade na comercialização, já que produtores relataram maior interesse pela variedade formosa, devido ao sabor e à qualidade. Um ponto positivo da colheita de roças novas é que a qualidade do havaí está melhorando.

Para as próximas semanas, produtores esperam que a demanda continue não correspondendo ao volume ofertado, visto que as frutas que não estão sendo destinadas ao mercado externo (devido ao coronavírus) podem permanecer no doméstico. Além disso, a segunda quinzena do mês costuma registrar menor volume de vendas.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, comercialização de mamão, mamão, oferta de mamão, preços de mamão, preços do mamão havaí, vendas de mamão

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui