10/05/2019

MAMÃO/CEPEA: Havaí volta se valorizar

Mas grande volume de miúdas dificulta o mercado

Por Gabriel C. Barbosa e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Havaí volta se valorizarVer fotos

Piracicaba, 10 - Nesta semana (06 a 10/05), o mamão havaí voltou a se valorizar no Sul da Bahia e Norte do Espírito Santo. Após sete semanas registrando queda nas cotações por conta da menor demanda (visto os altos preços) e do aumento de oferta no final de abril, a variedade voltou a registrar aumento de 95% nos preços, com média de R$ 1,71/kg nestas regiões. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, o leve aumento no volume de frutas não se manteve e, nesta semana, devido ao aumento na demanda na primeira quinzena de maio, os preços se elevaram.

De acordo com mamocultores capixabas e sul baianos, as altas temperaturas no início do ano ainda no ritmo de colheita nas roças – vale lembrar que o calor em excesso provocou grandes taxas de abortamento floral nas lavouras, diminuindo o volume de frutas colhido. Mesmo com a valorização do havaí, o mercado ainda não está positivo aos produtores, já que o volume de frutas médias e graúdas (preferidas no mercado) é muito baixo e os menores calibres não têm o mesmo valor comercial. Para próxima semana, produtores acreditam que as cotações do mamão havaí devem subir ainda mais, já que o volume deve continuar baixo, ainda mais para as frutas de maior calibre.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: calibre, Cepea, cotações, havai, HF Brasil, mamão, Norte do ES, oferta, preços, sul da BA

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui