17/05/2019

MAMÃO/CEPEA: Havaí tem alta expressiva nas roças

No atacado, contudo, valorização é limitada

Por Gabriel C. Barbosa e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Havaí tem alta expressiva nas roçasVer fotos

Piracicaba, 17 - Nesta semana (13 a 17/05), atacadistas da Ceagesp não foram contemplados com a mesma valorização do mamão havaí quando comparada ao que houve no campo. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, o reajuste nas cotações poderia interferir no ritmo de vendas e provocar acúmulo de frutas maduras nos boxes paulistas.

Assim, ocorreu aumento de apenas de 3% nos valores do havaí tipo 15-18 no atacado, e a variedade foi comercializada na média de R$ 32,50/cx de 8 kg. Vale ressaltar que, apesar do menor volume de havaí em âmbito nacional, a maior quantidade de frutas de menor calibre continuou atrapalhando o mercado.

Além disso, alguns atacadistas relataram casos da doença mancha-chocolate na fruta – cenário este que também impediu maiores aumentos dos preços na Ceagesp. Na região Norte do Espírito Santo, o aumento foi de 54%, fechando a R$ 2,56/kg. Para a próxima semana, atacadistas acreditam que a menor demanda na segunda quinzena do mês possa impedir altas significativas.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, cotação do mamão, Espírito Santo, havai, HFBrasil, mamão, preço do mamão

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui