12/12/2019 às 23:00

MAMÃO/CEPEA: Havaí se desvaloriza pela 3ª vez no Norte do ES

Oferta de calibres miúdos não favorece os preços

Por Gabriel C. Barbosa, João Victor Pereira e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Havaí se desvaloriza pela 3ª vez no Norte do ESVer fotos

Piracicaba, 13 - Com oferta superior ao da variedade formosa, o mamão havaí continua com as cotações pressionadas nas principais regiões produtoras. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, o ocorrido pode ser justificado também pela demanda enfraquecida. No Norte do Espírito Santo, houve a terceira queda consecutiva dos preços para a variedade, com uma desvalorização de 4% nesta semana (09 a 13/12), registrando média de R$ 0,41/kg. Vale ressaltar que uma parcela das frutas comercializadas pelos produtores está com calibres miúdos, o que não favorece os preços.

Por outro lado, no Sul da Bahia houve pequena elevação nos preços, de apenas 2% na mesma comparação, fechando com média de R$ 0,36/kg. Isso porque produtores relataram que os menores preços da região na semana passada favoreceram o escoamento da fruta. Para a próxima semana, a proximidade com as festividades preocupa alguns produtores, por outro lado, outros relataram que os baixos preços nesta semana possam aquecer o mercado nos próximos dias.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: calibre miúdo, Cepea, demanda enfraquecida, desvalorização, HF Brasil, mamão havaí, Norte do ES, oferta alta, preço de mamão, queda de preço, sul da BA

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui