29/05/2020

MAMÃO/CEPEA: Havaí se desvaloriza no fim de mês

Frutas miúdas afetam mercado da variedade

Por João Victor Pereira e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Havaí se desvaloriza no fim de mêsVer fotos

Piracicaba, 29 - A baixa demanda e a grande oferta seguiram pressionando as cotações de mamão havaí neste final de mês (25 a 29/05). Agentes relataram que, além desses, houve mais um agravante no mercado: o grande volume de frutas miúdas, que são menos rentáveis ao produtor.

Assim, mesmo com a saída de havaí mais equilibrada na roça com as menores temperaturas, o excesso de miúdas impactou nos preços. No Norte do Espírito Santo, o havaí tipo 12 a 18 foi comercializado na média de R$ 0,40/kg, desvalorização de 6% frente à semana passada. Já no Sul da Bahia, a queda foi de 9% na mesma comparação, a R$ 0,39/kg.

Para a próxima semana, produtores acreditam que a demanda por mamão ainda se manterá retraída, diante das menores temperaturas nas regiões consumidoras e dos entraves da pandemia.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, demanda restrita, desvalorização, fim de mês, grande oferta, HF Brasil, mamão havaí, Norte do ES, preço de mamão, sul da BA

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui